A IMPORTÂNCIA DE DESIGN GRAFICO NO CONTEXTO DE MOTION


Se observarmos mais atentamente, podemos perceber que os programas de pós-produção, e mais especificamente o After Effects, possuem poucas ferramentas de criação gráfica. No caso específico do After, apesar do advento da ferramenta Shape layer (introduzida na versão CS3), o programa ainda deixa muito a desejar em termos de cobrir todas as necessidades de criação gráfica que surgem no dia a dia de produção. Além disto, nem sempre as bibliotecas externas fornecem opções para todas as situações de produção que surgem, seja para vídeo ou imagens estáticas.

Assim sendo, torna-se imperativa a introdução de ferramentas de design gráfico no arsenal do motion designer, tanto ao nível de imagens rasterizadas (ou bitmaps) como de gráficos vetoriais. Para o primeiro caso, a ferramenta quase óbvia seria o Photoshop, a começar por sua inquestionável superioridade de recursos face a sua concorrência. Além disto, é parte integrante da suíte Adobe, possuindo altíssimo nível de integração com os demais programas (AE, PR, EN), o que permite a conservação de layers, estilos, efeitos, geração de ambiente 3D, entre outras coisas. Para o caso dos gráficos vetoriais, existem 2 ferramentas mais evidentes no mercado: o Corel Draw e o Adobe Illustrator. O primeiro deles, mais popular no mercado brasileiro, apesar de oferecer excelentes recursos em design vetorial, infelizmente não possui uma boa interface de interatividade com os produtos da Adobe. O mesmo não acontece com o Illustrator, que além de oferecer o mesmo nível de recursos do Corel, é parte integrante da suíte Adobe, possibilitando assim excelente grau de interatividade com os demais programas. Devido a estes fatores, o Illustrator vem conquistando a preferência de motion designers ao redor do planeta, e vem conquistando espaço como formato vetorial padrão em programas como o Cinema 4D, por exemplo.

É claro que o profissional completo deve ser também capaz de gerar animações 3D e produzir áudio com eficiência, mas a necessidade básica, direta, no dia-a-dia é sem dúvida a geração de gráficos estáticos, principalmente vetoriais, para produção de animações das mais variadas naturezas, de acordo com as demandas dos clientes. Imagens estáticas, e objetos de textos obviamente, são os elementos básicos para geração de animações, portanto TEMOS que obter a capacidade de gerar qualquer forma ou elemento gráfico para que esta necessidade rotineira seja sanada…

Fonte:vfxproducoes

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Termos de uso

Queremos que todos usem livremente o conteúdo do Designsal. Por isso, todo o conteúdo aqui divulgado pode ser copiado, desde que: A autoria seja creditada como “Designsal” Haja um link clicável apontando para o original Não seja feito “hotlink” (linkar diretamente a imagem de nosso servidor) O material seja disponibilizado gratuitamente, sem fins comerciais ou sem obtenção de nenhum lucro. (Por falar nisso, me inspirei no Design Blog para escrever estes termos.) Obrigado! ...
PageRank
%d bloggers like this: